Biografia

Ainda quando criança, Demian Maia teve seu primeiro contato com o mundo da luta, inicialmente com o Judô, depois com o Karatê e em seguida com o Kung-Fu, que praticou por sete anos. Mas, foi somente aos 19 anos de idade – embora já com a carreira no Mixed Martial Arts (MMA) em mente – começou a praticar a arte marcial que seria sua grande paixão: o Jiu-Jitsu.

Se dedicando intensamente à “arte-suave”, como o Jiu-Jitsu é também conhecido, e muitas das vezes, treinando de três a quatro vezes por dia, Demian chegou à faixa preta em quatro anos e sete meses. Isso foi considerado praticamente um recorde para os padrões daquela época no Brasil. Toda essa dedicação o consagrou com 5 títulos mundiais, 1 pan-americano, 2 norte-americanos, 1 ADCC, 1 brasileiro e 7 estaduais paulistas em campeonatos de Jiu-Jitsu.

Paralelamente aos seus esforços no mundo do Jiu-Jitsu, Demian Maia foi gradualmente vestindo suas luvas de MMA. Sua primeira disputa professional foi em 2001, na Venezuela. Mais 5 lutas se seguiram, incluindo a impressionante vitória do Super Challenge, onde venceu 3 lutas na mesma noite, no final de 2006 (ver foto). Finalmente, em 2007, ele foi convidado para competir no evento de MMA maior prestígio do mundo, o UFC.

Demian com os braços erguidos usando o cinturão de campeão do Super Challenge, em 2006. Ele está no ringue e olha para a esquerda.

Demian Maia, campeão do Super Challenge em Outubro de 2006

 

Por 13 lutas, de 2007 a 2012, Demian competiu na categoria de peso médio no evento e, chegando a disputar o título pelo cinturão em 2012 (UFC 112), perdendo após os 5 rounds da luta para o também brasileiro Anderson Silva, na decisão pelos juízes.
Como peso meio-médio, recebeu 4 vezes o prêmio de finalização da noite, um recorde até então.

Em 2012, Demian decidiu descer para a categoria de meio-médio e conquistou seguidamente as 3 vitórias mais dominantes desde então, o colocando como o número 4 no ranking oficial do UFC e já o cogitando como um possível desafiante do então detentor do título, o canadense George St. Pierre.

Como peso meio-médio, Demian venceu o sul-coreano Dong Hyun Kim por nocaute técnico no primeiro round, no UFC 148 (julho de 2012, Las Vegas), finalizou com estrangulamento o norte-americano Rick Story, no UFC 153 (outubro de 2012, Rio de Janeiro) e derrotou o também norte-americano Jon Fitch, por decisão unânime dos juízes no UFC 156 (fevereiro de 2013, Las Vegas).

Hoje, com 25 lutas no UFC com 17 vitórias, Demian Maia continua no seu caminho no mundo das artes marciais, sendo considerado um dos principais representantes do Jiu-Jitsu Brasileiro no octógono.